Revista Rua

2021-07-24T17:11:02+01:00 Cultura, Em Destaque, Pintura

Mommie Dearest de Lucile Littot em exposição na Galeria Duarte Sequeira

Mommie Dearest estará patente na galeria até 4 de setembro.
©D.R.
Maria Inês Neto24 Julho, 2021
Mommie Dearest de Lucile Littot em exposição na Galeria Duarte Sequeira
Mommie Dearest estará patente na galeria até 4 de setembro.

A Galeria Duarte Sequeira, em Braga, anuncia a nova exposição a solo da artista francesa Lucile Littot. Mommie Dearest estará patente na galeria até 4 de setembro.

Inspirada no filme homónimo de Frank Perry, a artista criou uma série de pinturas e cerâmicas que compõem a nova exposição Mommie Dearest, sob a intenção de explorar questões em torno da formação de identidade, dos traumas em criança e o fetichismo do corpo, entre tantos outros temas, através dos quais a artista recorre ao humor para expressar a sua visão. Em Mommie Dearest, Lucile Littot procura suscitar questões relacionadas com as nossas próprias ilusões e expectativas em relação à vida.

Apresentando um universo que lhe é muito particular, a artista distingue-se pela sua singularidade, liberdade criativa e exuberância, que se define por uma estética simultaneamente barroca, romântica, trágica e mística. A sua obra é uma fusão de distintas práticas que procuram avaliar mitos no sentido de questionar retoricamente temas sociais, como a identidade feminina. Recorrendo tanto à mitologia ancestral como à contemporânea, a artista consegue aliar uma vertente académica com a cultura popular, no sentido de criar um mundo fantasiado, no qual o romance, a paixão e o glamour são atendidos por um determinado nível de crueldade e uma profunda escuridão.

A exposição Mommie Dearest fica patente na Galeria Duarte Sequeira até 4 de setembro.

Partilhar Artigo: