Revista Rua

2019-02-27T15:41:28+00:00 Cultura, Outras Artes, Radar

No mês de março, a música e o teatro dominam o Algarve

Moda Vestra ©Kimahera
Maria Inês Neto
Maria Inês Neto27 Fevereiro, 2019
No mês de março, a música e o teatro dominam o Algarve

A dinâmica programação cultural do 365 Algarve propõe diversos momentos de alegria, conhecimento e entretenimento para o mês de março. No próximo mês, Faro recebe a última apresentação de Moda Vestra e, ainda no mesmo dia, Portimão acolhe o concerto nº3 de Prokofiev. Num mês em que a programação do 365 Algarve volta a visitar a Serra de Monchique e dá a conhecer o medronho que escapou ao fogo.

O acordeonista João Frade, Sickonce (eletrónica) e a artista visual Ana Perfeito constituem o coletivo Moda Vestra que, a partir das sonoridades musicais tradicionais do Algarve, explora a ambiguidade entre o tradicional, o passado, o atual e as visões de futuro da região. A última atuação deste trio acontece a 2 de março, no Teatro das Figuras, em Faro, no âmbito da programação cultural do 365 Algarve.

Ainda nesse mesmo sábado, a música toma conta do Teatro Municipal de Portimão e espera-se o Concerto nº3 de Prokofiev para piano e orquestra, interpretado pelo pianista João Queirós Bastos que será acompanhado pela Orquestra Sinfónica da ESMAE, conduzida pelo maestro José Eduardo Gomes. Este concerto acontece no âmbito do 3º Festival Internacional de Piano do Algarve.

A programação continua e entre os dias 14 e 17 de março e, novamente, entre os dias 21 e 24 desse mês, é altura de ir até à Serra de Monchique, numa viagem que será conduzida pelo programa Lavrar o Mar, com Medronho#2. Esta segunda peça acontece em Marmelete. Medronho#2 segue caminho, iniciado em 2018, com o espetáculo Serra, porque “o importante é não esquecer”.

As artes visuais continuam a marcar o seu lugar de destaque nesta programação com a exposição de(a)nunciar AleixoHoje, patente até dia 20 de abril, na Galeria do Convento do Espírito Santo, em Loulé. Esta exposição centra-se no âmbito dos V Encontros do DeVIR e é constituída por dez instalações que abordam questões da atualidade do panorama nacional e internacional, que mereciam o interesse e a atenção do Poeta António Aleixo, caso fosse nosso contemporâneo. É sobre o autor que recai uma vontade de festejar a sua obra, no ano em que se completam 120 anos do seu nascimento.

Conheça todas as informações da programação cultural para o mês de março do 365 Algarve aqui www.365algarve.pt.

Partilhar Artigo: