Revista Rua

2020-10-16T18:12:02+00:00 Cultura, Outras Artes

Novo trabalho de Mónica Mindelis chega em novembro à Galeria NAVE

Mónica Mindelis apresenta, dia 5 de novembro, pelas 17h, a última série da sua obra Não acordes o dragão, na Galeria NAVE, em Lisboa.
©Teresa CG
Redação
Redação16 Outubro, 2020
Novo trabalho de Mónica Mindelis chega em novembro à Galeria NAVE
Mónica Mindelis apresenta, dia 5 de novembro, pelas 17h, a última série da sua obra Não acordes o dragão, na Galeria NAVE, em Lisboa.

Por Sara Araújo

Após dois anos de pesquisa e viagens por várias cidades, a artista plástica Mónica Mindelis apresenta, dia 5 de novembro, pelas 17h, a última série da sua obra Não acordes o dragão, na Galeria NAVE, em Lisboa.

Com a curadoria de Mercedes Cerón, esta exposição pretende refletir o antagonismo do instante e a dualidade da vida que atravessa e condiciona todas as coisas, a partir da constatação de que a sombra precisa da luz, como o mal do bem. A artista iniciou esta série através de um “berço”, um símbolo de recolhimento do ser humano em que as emoções se debatem entre o estado de exibição e/ou de omissão.

Os trabalhos da artista caracterizam-se por um percurso em série, que começam na pintura e chegam à tridimensionalidade, marcados por contrastes formais entre mancha e linha, opaco e translúcido, pesado e leve. Sublinham, ainda, o carácter dual da pesquisa que procura a estabilidade e o equilíbrio.

©Teresa CG

Nascida em 1978 na cidade de São Paulo, a artista luso-brasileira fez a sua formação académica em artes plásticas na Faculdade Santa Marcelina, no ano de 2001. Mais tarde, em 2006, já em Lisboa, tirou um curso de Design Gráfico na Escola de Tecnologias, Inovação e Criação (ETIC), e em 2011, inscreveu-se num curso de pintura na Sociedade Nacional de Belas Artes. Também em 2011, Mónica recebeu uma menção honrosa na Bienal Internacional de Pintura, organizado pela Fundação Rotária Portuguesa.

Mais recentemente, em 2020, Mónica abraçou um projeto de arte pública inserido no programa Amar o Minho, onde desenvolveu uma pintura mural numa das escadarias de Guimarães para comemorar o dia do município.

Partilhar Artigo: