Revista Rua

2019-12-06T16:38:13+00:00 Sabores, Vinhos

O 20º Barca Velha é de 2011 e será lançado em 2020

©D.R.
Redação
Redação3 Dezembro, 2019
O 20º Barca Velha é de 2011 e será lançado em 2020

“O Tempo Esse Grande Escultor.”

Marquerite Yourcenar

Qualidade e excelência são atributos decisivos para a criação de grandes vinhos, mas no caso de Barca Velha é a prova de que o tempo é quem leva a melhor. Decorridos oito anos de mais uma vindima excecional, é chegado o momento de anunciar o 20º Barca Velha da história.

O Barca Velha da Casa Ferreirinha é um vinho tinto do Douro, criado por Fernando Nicolau de Almeida em 1952, na Quinta do Vale Meão. Desde aí é um símbolo inquestionável da mais alta qualidade dos vinhos do Douro. Declarado apenas em anos verdadeiramente excecionais, Barca Velha é, desde a sua criação, elaborado com uvas selecionadas de diferentes altitudes no Douro Superior. A Quinta da Leda, com 160 hectares de vinha, dá hoje origem à maior parte dos vinhos que integram o lote composto pelas castas tradicionais da região. Até hoje são 19 colheitas e 67 anos de história de um vinho clássico, intenso, complexo, elegante e rico.

Para o enólogo Luís Sottomayor, “2011 foi um ano extraordinário, dos melhores de sempre no Douro, intenso e de grande qualidade, pelo que da nossa parte foi só uma questão de paciência até podermos confirmar o potencial que a vindima deixou antever”.

A apresentação do Casa Ferreirinha Barca Velha 2011 está agendada para maio de 2020

Partilhar Artigo: