Revista Rua

2019-12-26T11:58:46+00:00 Atelier, Moda

O brilho da joalharia portuguesa: as sugestões perfeitas para este Natal

Partilhar Artigo:
Kathia Bucho Jewelry
Redação16 Dezembro, 2019
O brilho da joalharia portuguesa: as sugestões perfeitas para este Natal
Partilhar Artigo:

Texto: Inês Rodrigues

Nos últimos anos, a joalharia portuguesa mostrou o seu carácter de excelência! Novas marcas, novos olhares, novos rostos preenchem o panorama do sector em Portugal, que se reinventa a cada passo e conquista mercados além-fronteiras. Neste Natal, a RUA fez uma seleção das marcas portuguesas de joalharia que tem mesmo de conhecer. Quiçá estará por aqui o seu presente ideal!

Allis jewellery

Com origem em 2013, a Allis Jewellery tinha como principal objetivo criar e produzir as suas ideias. Atualmente, a marca pretende criar joias resistentes, duradouras e com qualidade, mas também com detalhes e pormenores surpreendentes. Na Allis Jewellery dão prioridade à utilização de materiais nobres e preciosos que, apesar de antigos e tradicionais, são aplicados de forma inovadora através de técnicas de produção contemporâneas e avançadas. Todas as joias são idealizadas, concebidas e produzidas pela equipa da Allis, em prata e em ouro.

Allis Jewellery

Dalila Gomes Jewellery

A joalharia foi, desde sempre, uma grande paixão para Dalila. As joias são peças de design exclusivo, únicas ou disponíveis apenas em pequenas edições, inteiramente feitas à mão no seu atelier. Simplicidade, versatilidade e equilíbrio são alguns dos princípios subjacentes das suas joias. Desafiando constantemente os limites entre tradição e vanguarda, as suas criações nascem de uma forte experimentação e manipulação da matéria. Gestos simples como dobrar, vincar, subtrair ou entrelaçar permitem explorar temas transversais a outras artes, em particular referentes à Arquitetura, como a geometria, a estrutura, a simetria assimétrica, o movimento, a ilusão de ótica, sensação de infinito, entre outros.

Inês Telles Jewellery

A marca Inês Telles internacionaliza-se em 2010. Num constante aperfeiçoamento, a marca tem como premissa principal manter a sua essência de autenticidade e de amor pelas joias que cria. Criadas sob processos manuais e tradicionais da joalharia no seu estúdio-oficina em Lisboa, as joias feitas em prata e ouro compõem cuidadas e pequenas coleções num jeito exclusivo para quem as queira sentir.

Romeu Bettencourt Jewellery

Com origem açoriana, Romeu Bettencourt foi prémio revelação da Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal no ano de 2016. Com um grande fascínio e o gosto pelas joias, na sua marca, a linguagem é geométrica e minimalista, mas sedutoramente feminina. A construção remete-nos para os princípios da engenharia, com linhas dinâmicas e formas mecânicas, que dão a ilusão de um movimento permanente.

Romeu Bettencourt

Joana Santos Jewellery

Uma criadora portuguesa de joalharia contemporânea, Joana Santos procura na joalharia de autor a expressão mais pura da sua estética: os ângulos retos e planos simples, com jogos de luz e sombra, que acentuam a tridimensionalidade e volumetria das suas peças. Todas as peças são exclusivas e originais, pensadas e realizadas pela criadora no seu estúdio no Porto. O seu desenho é minimal e geométrico e inspira-se em formas arquitetónicas, mas também nos movimentos da natureza e na arte, contrastando a racionalidade da linha com a delicadeza da técnica e a imprevisibilidade do detalhe.

Kathia Bucho Jewellery

Kathia Bucho é uma designer e criadora contemporânea de joias. Atraída pela simplicidade e elegância das linhas limpas, Kathia alterna entre estruturas mecânicas e formas geométricas extraídas do seu ambiente urbano existente, introduzindo detalhes inesperados destinados a produzir formas de arte ergonômicas, esculturas “vestíveis” para o corpo humano. Da manipulação tradicional em metalurgia à impressão 3D, do artesanato clássico em prata esterlina ao uso de borracha, nylon ou plástico, Kathia explora e molda o seu universo em peças que revelam uma visão artística verdadeiramente independente.

Leonor Silva Jewellery

Com um diploma de História e um mestrado em Arqueologia, a paixão de Leonor Silva pelas joias varia desde os tempos em que nas escavações ela ficou deslumbrada com os artefactos. Com uma forte linguagem artística, Leonor Silva usa humor e ironia para interpretar o que está a acontecer ao seu redor. O resultado são joias que, além de bonitas, distinguem-se de todas as outras pela força das suas mensagens. Com muitos prémios e distinções, Leonor Silva é uma das artistas mais conceituais de joalharia do mundo.

Manuale Jewelry

Uma marca de confeção artesanal de contemporary/fashion jewelry criada em 2011 pela designer e publicitária Natalia Pitta. Exclusividade, sofisticação e usabilidade são os pontos fortes de todas as peças da marca que são carregadas de cor, textura e movimento. Sempre em busca daquilo que é único e inovador, a designer além de fazer uso de um mix diferente de materiais, como bronze, prata, cobre, latão, madeira, borracha e resina, também criou o exclusivo banho de Ouro Bordô 18K, que consiste numa mistura de vários tons de ouro que resulta numa coloração totalmente exclusiva de ouro roxo, técnica que foi aplicada em toda a coleção Candle.

Manuele Jewelry

Mel Jewel

Mel Jewel é uma marca de joalharia feminina, sedutora, elegante e atual que brilha no luxo das linhas mais simples. As joias Mel Jewel nascem dos materiais mais nobres – Ouro 19,2kt, tradicionalmente português e o melhor ouro fabricado no mundo, e Prata 925. Delicada, elegante e sofisticada, a Mel Jewel procura nas joias a beleza natural dos detalhes do dia a dia. A marca combina o sangue novo do design português com o savoir faire das mais antigas oficinas joalheiras do país.

Sopro Jewellery

A SOPRO, criada e dirigida por Andreia Quelhas Lima, projeto em paralelo com a Escola de Joalharia Alquimia-Lab, cuja direção cabe a Carla Solheiro, nasceu da vontade de que todos podemos usar pelo menos uma joia por dia. Atenta às tendências da moda, à sazonalidade, às cores e formas do dia e da noite, a marca oferece coleções temáticas que se desdobram em várias interpretações, do brinco mini, vendido à unidade, até à peça elaborada ou exuberante, ou ao conjunto de peças que usadas em paralelo se traduzem elaboradas ou exuberantes, permitindo a cada um recriar a sua personalidade através da sua escolha particular. Para mulheres práticas, femininas, atentas à moda e que não dispensam o pormenor.

Telma Mota Jewellery

Uma marca portuguesa de joalharia de autor, que nasce da vontade de superação e aprendizagem constante, no que diz respeito à criação de peças únicas e que primam pela originalidade. Inspiradas no universo feminino e na natureza, a marca procura a essência da mulher em cada pormenor. Apologista da elegância dos detalhes e da simplicidade, a marca apresenta um carácter contemporâneo e romântico. Cada coleção transmite um conceito próprio através de um conjunto de formas delicadamente trabalhadas.

Partilhar Artigo: