Revista Rua

2021-06-18T21:40:08+01:00 Gastronomia, Sabores

O Frade 2.0: uma ode à gastronomia portuguesa

As novas propostas gastronómicas realçam o melhor da cozinha nacional.
©Restaurante O Frade
Redação18 Junho, 2021
O Frade 2.0: uma ode à gastronomia portuguesa
As novas propostas gastronómicas realçam o melhor da cozinha nacional.

O Frade apresenta uma nova carta, repleta de sugestões que surgem como uma verdadeira ode aos sabores portugueses. As novas propostas gastronómicas realçam o melhor da cozinha nacional, aprofundando o trabalho técnico de cada produto.

Depois de ter sido distinguido no ano passado com o prestigiado galardão de Bib Gourmand pelo Guia Michelin, O Frade desvenda uma nova carta sazonal que procura honrar ao máximo a gastronomia tradicional portuguesa. Os novos pratos refletem a evolução do conceito, do trabalho técnico da equipa e todo o conhecimento e experiência que foi adquirindo ao longo do tempo, com análise crítica e mais consistência.

O restaurante que ficou conhecido pelos sabores alentejanos genuínos posiciona-se agora no mercado da restauração de Lisboa, com uma visão mais moderna e atenta ao conteúdo e estética, assim como a dedicação à pesquisa de receituário nacional autêntico e diferenciado. “Nesta nova fase continuamos numa procura ainda mais profunda do autêntico. Tentamos encontrar produtos singulares, artesanais, privilegiando os pequenos produtores, mas sem fundamentalismos”, explica um dos sócios fundadores d’O Frade, Carlos Afonso. Já Sérgio Frade, também ele fundador do restaurante, acrescenta: “Esta carta marca um novo ciclo, com a essência e os sabores portugueses, mas agora mais apurados e marcantes. É uma viagem pelos melhores sabores de Portugal enquanto destacamos as nossas memórias de infância e personalidades, algo que os nossos clientes tanto valorizam”.

Entre as novas criações, destacam-se pratos como: tártaro e carpaccio de carne maturada, cecina e uma especial empada de bochecha de porco com orégãos e flor de sal. Há ainda pica-pau de porco alentejano, ostras com citrinos, línguas de bacalhau e feijoada de polvo. A par destas novidades, os pratos habituais continuam a ser uma excelente escolha, nomeadamente o coelho de coentrada ou o arroz de pato. As propostas podem ser saboreadas ao balcão ou à mesa da nova esplanada.

As novas inspirações não se manifestam apenas na comida. O Frade expandiu também a garrafeira, apresentando várias referências de todo o território nacional, incluindo ilhas.

Partilhar Artigo: