Revista Rua

2021-03-03T17:15:45+00:00 Sabores, Vinhos

O produtor beirão Caminhos Cruzados criou duas propostas para celebrar o Dia do Pai

"Enólogo por um dia" é uma das propostas para o Dia do Pai.
©D.R.
Redação3 Março, 2021
O produtor beirão Caminhos Cruzados criou duas propostas para celebrar o Dia do Pai
"Enólogo por um dia" é uma das propostas para o Dia do Pai.

No próximo dia 19 de março celebra-se o Dia do Pai e o produtor beirão  Caminhos Cruzados não quis deixar passar a data em claro e criou criou duas propostas para celebrar este dia. São duas experiências para mimar a figura paterna, tendo como denominador comum o empolgante mundo vinícola e os elegantes vinhos do Dão.

As propostas permitem vivenciar as facetas de produtor ou de consumidor. A mais diferenciadora é a possibilidade de oferecer ao homem da sua vida um voucher para ser ‘Enólogo por um dia’. Uma atividade que começa com uma visita à arquitetonicamente arrojada adega da Caminhos Cruzados, onde o pai vai poder mostrar os seus dotes de vigneron, criando um vinho com a sua assinatura, depois de o lotear e criar amostras até atingir o perfil que mais se identifica com os seus gostos sensoriais. Para melhor atestar o resultado, o ofertado é depois convidado a realizar uma prova com o vinho da semana e a compará-lo com a sua ‘obra’. Esta atividade, que vai certamente fazer as delícias de qualquer pai enófilo, tem uma duração de cerca de duas horas e um custo de 35 euros.

©D.R.

Outra sugestão da Caminhos Cruzados é um pack contendo duas das mais marcantes referências do produtor beirão. São elas a Caminhos Cruzados Passado Reserva Branco 2015 e Caminhos Cruzados Alfrocheiro Tinto 2016, a que se junta um copo estilizado da marca. Por 55 euros e com entrega gratuita em Portugal Continental, pode adquirir dois vinhos cheios de carácter, que vão combinar com o seu pai. 

De acordo com as notas de provas, o Caminhos Cruzados Passado Reserva Branco 2015 teve um prolongado estágio em barricas de carvalho francês, o que fez ressaltar todo o potencial da casta que o compõe, a típica encruzado. Um vinho de grande complexidade aromática, onde se destaca a maçã, banana e pêssego maduro, para além de notas de frutos secos, folhas de chá e baunilha. É especialmente indicado para um bacalhau assado ou queijos de pasta mole. Este é um vinho que tem a sabedoria e experiência que se irá identificar com a figura do pai.

O Caminhos Cruzados Alfrocheiro Tinto 2016 é outra das opções que vai surpreender e permitir outro tipo de harmonizações, já que se caracteriza por possuir grandes potencialidades gastronómicas. Igualmente aromático pela marca da casta, a Alfrocheiro, acompanha na perfeição, por exemplo, borrego, cabrito assado, o tradicional cozido à portuguesa, pato assado, rabo de boi ou ainda um bom bife com molho pimenta.

 

Partilhar Artigo: