Revista Rua

2019-06-27T12:14:17+00:00 Atelier, Moda

Oris, mergulhar na importância da preservação da água

A marca Oris e o nadador de longas distâncias Ernst Bromeis uniram-se numa campanha de sensibilização em torno da preservação da água. O nadador planeia percorrer cerca de 800 km através do lago Baikal.
Maria Inês Neto
Maria Inês Neto15 Maio, 2019
Oris, mergulhar na importância da preservação da água
A marca Oris e o nadador de longas distâncias Ernst Bromeis uniram-se numa campanha de sensibilização em torno da preservação da água. O nadador planeia percorrer cerca de 800 km através do lago Baikal.

A Oris e o nadador de longas distâncias, Ernst Bromeis, uniram-se com a intenção de sensibilizar e alertar as pessoas para a importância da água, com o lançamento do Oris Aquis Date Relief.

Este relógio de mergulho de alta qualidade é inspirado na cor da água, da sua transparência e da sensação que esta nos transmite. Com um mostrador cinzento, o modelo evoca a cor de um mar tempestuoso, enquanto os emblemáticos números da escala de mergulho a relevo lembram a textura da água, assim como o papel elementar que esta desempenha na vida do planeta.

O modelo exibe a arquitetura e o desempenho do Oris Aquis Date. Apresenta uma caixa de aço inoxidável de 43,50 mm com um aro de mergulho rotativo unidirecional e é resistente à água até 30 bar (330 metros). O relógio é apresentado com uma pulseira de metal à escolha, ou correias, e tem um vidro de safira sobre um mostrador decorado com marcadores de horas aplicados, tal como os normais ponteiros das horas e minutos. O movimento mecânico automático de fabrico suíço proporciona ao relógio um ponteiro central dos segundos, num vermelho forte, e uma janela de data.

A Oris e o nadador Ernst, que é embaixador da marca, pretendem educar milhares de pessoas acerca da necessidade de preservar a água do planeta, antes que seja tarde demais. Porque todos sabemos que a água sustenta a vida.

O modelo está disponível no valor de 1800€.

Ernst Bromeis

“É tempo de agir!”

Ernst Bromeis planeia nadar cerca de 800 km através do lago Baikal, no âmbito da nova campanha global de sensibilização em torno da preservação da água, que o mesmo está a empreender. O Milagre Azul é o seu recente projeto, o qual o nadador dá a conhecer na presente entrevista.

Ernst, diga-nos o que faz e porquê.

Sou nadador de longa distância. Atravessei a nado os maiores lagos da Suíça e toda a extensão do Reno; mais de 1200 km. Também sou embaixador da água, o que significa que tento transmitir a importância fundamental da água às pessoas. A minha nova campanha global da água está à procura de novos embaixadores da água para aumentar o alcance e a sensibilização. É tempo de agir!

O que é O Milagre Azul?

É um projeto que criei, inspirando-me na Terra vista do espaço, que parece um berlinde azul, e para mim um milagre azul. Toda a vida no nosso planeta azul se baseia na água.

O que está por trás da travessia do lago Baikal?

Em 2019, vou começar a minha campanha global da água, que deverá alcançar o mundo inteiro. O lago Baikal é o maior e mais profundo lago de água doce do mundo. As pessoas locais chamam-lhe “o mar sagrado” ou a “origem do mundo”.

 Até onde nadou no Baikal?

Durante a minha investigação, nadei curtas distâncias. O objetivo principal era procurar uma relação com o “mar sagrado”. E encontrei-a! Também conheci as pessoas locais, incluindo Sascha, um pescador. Ele disse: “Não podes nadar neste lago. É demasiado perigoso. Demasiado tempestuoso. Demasiado frio”. Mas não faz mal. A temperatura da água no verão estará perto dos 12 graus. Coisas como as que ele disse mantêm-me motivado para encontrar o meu próprio caminho.

Que impacto é que as suas travessias a nado tiveram até agora?

Não tenho estatísticas objetivas. O que interessa é tocar as pessoas – este é o princípio básico necessário para iniciar a mudança.

As suas sessões de natação costumam ser perigosas?

Nas águas abertas há sempre perigo e muitas vezes tenho medo. Poderia afogar-me a qualquer momento. Ao nadar no Reno, deparei-me com correntes fortes, pedras, enormes navios e fábricas à beira do rio. Senti-me pequeno e vulnerável. Uma vez fui salvo por um barco quando me aproximei demasiado de umas turbinas hidroelétricas.

Que ameaças à água tem testemunhado?

Durante a minha investigação no lago Baikal, vi uma grande quantidade de garrafas, plástico e outros tipos de lixo. Talvez as ameaças invisíveis sejam a maior tragédia – todos os pesticidas, microplásticos, medicamentos e hormonas na água. Todos os dias o Reno é contaminado por 30 toneladas de microplásticos.

Como resolvemos o problema do plástico?

Quanto mais notícias houver, melhor – precisamos de muito mais informação sobre este assunto. Temos de assumir a responsabilidade pelo nosso estilo de vida. Criem zonas livres de garrafas, usando água potável da torneira. Não tomem banho ou duche todos os dias. Desta forma, podem poupar água e energia – e dinheiro.

Porque decidiu trabalhar com a Oris?

A Oris é uma marca autêntica e defensora da liberdade. A Oris e eu temos atitudes e valores semelhantes. Estamos os dois a seguir o nosso próprio caminho, inspirados na beleza e na simplicidade, e nos aspetos básicos da vida.

Qual foi o desempenho do Oris Aquis Date Relief?

Durante a minha investigação na Sibéria, o Oris Aquis Relief funcionou bem. Estou convencido de que também fará um excelente trabalho durante a travessia do Baikal. Confio no trabalho e na arte da Oris.

Partilhar Artigo: