Revista Rua

2019-09-10T22:24:09+01:00 Cinema, Cultura, Radar

Os 15 filmes de terror que não deve perder

Já viu ou quer ver algum destes filmes? Se é fã do género, estes títulos têm que fazer parte da sua lista.
Come to Daddy, de Ant Timpson ©D.R.
Nuno Sampaio10 Setembro, 2019
Os 15 filmes de terror que não deve perder
Já viu ou quer ver algum destes filmes? Se é fã do género, estes títulos têm que fazer parte da sua lista.

Há mais de dez anos que o Motelx – Festival Internacional de cinema de Lisboa tem vindo a promover o melhor do terror produzido a nível internacional e estimulado a produção de filmes do género em Portugal.

Este ano não será exceção e é já hoje – e durante cinco de dias (de suspense e terror) –  que começa o Motelx. A abertura conta com a estreia em solo nacional de Ma, thriller de Tate Taylor (The Help, The Girl on a Train) com a oscarizada Octavia Spencer no papel de uma mulher solitária que decide acolher as festas de um grupo de adolescentes na sua cave – com regras muito particulares. Come to Daddy encerra o Festival a 15 de setembro e conta com uma interpretação igualmente ousada e inesperada por parte de Elijah Wood.

A Revista RUA não ficou indiferente a tanto suspense e fez uma lista dos 15 filmes do género de terror que marcaram a história do cinema e que tem mesmo de ver – vá, pelo menos tentar! Se tiver coragem pode assistir a alguns trailers:

O Exorcista (The Exorcist, 1973)

É um filme norte-americano de 1973  realizado por William Friedkin e escrito por William Peter Blatty, baseado no livro homónimo de sua autoria. O filme aborda a possessão demoníaca de uma menina de 12 anos. O livro de Blatty teve inspiração no exorcismo de um rapaz de 14 anos, documentado em 1949.

Projeto Blair Witch (1999)

É um filme de 1999 em forma de documentário, escrito e realizado por Daniel Myrick e Eduardo Sánchez. Na terceira semana de exibição, entre 14 e 16 de agosto do ano de estreia, o filme fez sucesso nas bilheteiras  faturando mais de 107 milhões de dólares. É um dos 100 filmes americanos que mais faturou na história do cinema.

Shining (1980)

É um filme britânico de 1980, realizado por Stanley Kubrick, com argumento de Diane Johnson e do próprio Kubrick baseado no romance homónimo de Stephen King.

Massacre no Texas (1974)

Um filme americano de 1974, de produção independente, dirigido por Tobe Hooper. O roteiro foi escrito por Hooper em parceria com Kim Henkel e ambos também produziram a longa-metragem. Marilyn Burns, Paul A. Partain, Teri McMinn, Jim Siedow, Edwin Neal e Gunnar Hansen interpretam os papéis principais. O enredo gira em torno de dois irmãos que viajam com os seus amigos para a cidade do Texas com o objetivo de verificar o túmulo, supostamente vandalizado, de um parente. No caminho até o local são atacados por uma família de canibais.

Gritos (1996)

É um filme americano de 1996, escrito por Kevin Williamson e realizado por Wes Craven. É protagonizado por Neve Campbell, David Arquette, Courteney Cox, Matthew Lillard, Skeet Ulrich, Rose McGowan, Drew Barrymore e Jamie Kennedy. O enredo gira em torno de Sidney Prescott (Campbell), uma estudante do ensino médio da cidade fictícia de Woodsboro, Califórnia, que se torna o alvo de um assassino misterioso conhecido como Ghostface.

Irmãos Inseparáveis (1988)

É um filme  de produção canadense e americana, de 1988, realizado por David Cronenberg. Dois gémeos idênticos, ginecologistas, ambos interpretados pelo ator Jeremy Irons, possuem o hábito de dividir as suas conquistas amorosas. Entretanto um deles, Beverly , apaixona-se pela última conquista  que acaba por descobrir o esquema entre os irmãos e rompe o namoro. Assim, Beverly acaba por se tornar um dependente químico e compromete a vida de seu irmão.

Salò ou os 120 Dias de Sodoma (1975)

É um dos  filmes mais polémicos do realizador italiano Pier Paolo Pasolini.

O filme foi inspirado no livro Os 120 Dias de Sodoma do Marquês de Sade e conta a história de um grupo de jovens que, na região da Itália, então dirigida por Mussolini, durante o outono europeu de 1944, são selecionados por quatro dirigentes fascistas (um presidente de um banco, que representa o poder económico, um bispo, representando a Igreja, um duque, que representa a nobreza e um juiz, que representa o poder judicial) para serem os autores de uma série de torturas e experimentos sádicos, ao longo de 120 dias.

Psico (1960)

É um filme norte-americano de 1960, realizado por Alfred Hitchcock e protagonizado por Anthony Perkins, Vera Miles, John Gavin e Janet Leigh. Foi escrito por Joseph Stefano, baseado no romance homónimo de Robert Bloch, que por sua vez fora vagamente inspirado nos crimes do assassino de Wisconsin, Ed Gein. Hitchcock comprou anonimamente os direitos do livro de Robert Bloch, que deu origem ao roteiro do filme; ele pagou 11 mil dólares e depois comprou todas as cópias disponíveis no mercado para que ninguém o lesse e, consequentemente, o final não fosse revelado. Psico custou 800 mil dólares e faturou 60 milhões de dólares nas bilheteiras do mundo inteiro.

Halloween (1978)

É um filme de terror feito em 1977 e lançado em 1978, escrito e realizado por John Carpenter. O enredo é situado na cidade fictícia de Haddonfield, Illinois. Na noite de Halloween, em 1963, um menino de seis anos, Michael Myers, vestido com um traje de palhaço, assassina a sua irmã mais velha, esfaqueando-a com uma faca de cozinha. Quinze anos depois, Michael Myers, 21 anos, foge do hospital psiquiátrico, volta para casa, e persegue Laurie Strode e os seus amigos. O psiquiatra de Michael, Dr. Sam Loomis, suspeita das intenções dele e segue-o para Haddonfield para tentar impedi-lo de matar.

Tubarão (1975)

É um filme americano de 1975, realizado por Steven Spielberg, baseado no livro homónimo de Peter Benchley, coautor do roteiro, com Carl Gottlieb.

Na trama, um grande tubarão-branco ameaça banhistas nas praias da fictícia Amity Island, na Nova Inglaterra, levando o chefe de polícia local (Roy Scheider) a caçá-lo com a ajuda de um biólogo marinho (Richard Dreyfuss) e um caçador de tubarões profissional (Robert Shaw).

Carrie (1976)

É um filme norte-americano de terror, lançado em 1976 e realizado por Brian De Palma. É baseado num romance homónimo de Stephen King.

Pesadelo em Elm Street (1984)

É um filme de terror, realizado e escrito por Wes Craven. O filme apresenta John Saxon, Heather Langenkamp, Ronee Blakley, Amanda Wyss, Jsu Garcia, Robert Englund e a estreia de Johnny Depp no cinema. A história passa-se na cidade fictícia de Springwood, Ohio, e o enredo gira em torno de um grupo de jovens que são aterrorizados nos seus pesadelos pelo fantasma de um psicopata assassino de crianças chamado Freddy Krueger.

Poltergeist (1982)

É um filme de terror, escrito e produzido por Steven Spielberg e realizado por Tobe Hooper. Os efeitos especiais ficaram a cargo da Industrial Light & Magic e a banda sonora foi composta por Jerry Goldsmith. O filme teve ainda duas sequências: Poltergeist II – o Outro Lado (1986) e Poltergeist III – O Capítulo Final (1988). Poltergeist 4 estava em pró-produção, mas foi cancelado.

Os Pássaros (1963)

É um filme de suspense norte-americano de 1963, realizado por Alfred Hitchcock.

Holocausto Canibal (1980)

É um filme italiano de 1980, realizado por Ruggero Deodato, com argumento de Gianfranco Clerici. A história gira em torno de uma equipa de quatro documentaristas desaparecidos que tinham ido à Amazónia para filmar tribos canibais. Uma missão de resgate, liderada pelo antropólogo da Universidade de Nova Iorque, Harold Monroe, recupera as fitas de gravações perdidas feitas pelos documentaristas, que uma emissora de televisão americana deseja transmitir.

Partilhar Artigo: