Revista Rua

2021-05-18T09:29:37+01:00 Atelier, Moda

Palm UV Clothing: vestuário infantil com proteção solar

Direcionadas para crianças dos 1 ais 14 anos, as várias propostas garantem o bloqueio de 98% das radiações UVB e UVA.
Fotografias ©D.R.
Redação18 Maio, 2021
Palm UV Clothing: vestuário infantil com proteção solar
Direcionadas para crianças dos 1 ais 14 anos, as várias propostas garantem o bloqueio de 98% das radiações UVB e UVA.

Chama-se Palm UV Clothing e é a mais recente marca portuguesa de vestuário e acessórios para crianças que se apresenta com uma missão: garantir proteção solar UPF 50+.

A nova loja online nasceu com o objetivo de consciencializar para a importância da prevenção de doenças de pele provocadas pela exposição solar, apresentando soluções seguras e também divertidas que prometem proteger os mais pequenos dos raios UVA e UVB, de uma forma simples e eficaz.

A tempo da chegada dos dias mais quentes e de praia, a Palm UV Clothing oferece opções de vestuários e muitos acessórios funcionais, sendo que todos os produtos são produzidos a partir de materiais ecológicos macios, respiráveis e resistentes, que permitem aos mais pequenos brincar dentro e fora de água, com todo o conforto e segurança. “Desde muito nova que contacto e me interesso por campanhas de prevenção do cancro de pele. Sendo familiar de um dermatologista, sempre fui sensibilizada para os riscos da exposição solar e incentivada a adotar diversas medidas de prevenção, como utilizar protetor solar todos os dias, evitar as horas de maior calor e usar vestuário e acessórios apropriados”, explica a fundadora da Palm UV Clothing, Juliana Correia.

Entre opções de fatos de banho com manga comprida, camisolas, calções, leggins, chapéus, pareos e óculos de sol de diversas marcas internacionais líderes de mercado, há uma série de sugestões essenciais para os mais novos. A marca australiana Cosmo Crew, a americana Coolibar ou a francesa Ki et La são algumas das mais de 25 marcas disponível na loja online.

“Um dos fatores de predisposição mais relevantes é a exposição exagerada e inadvertida, sobretudo na infância e em idades jovens. O uso de protetores solares com índice de proteção elevada é adequado em áreas da pele em que não é possível a proteção com roupa”, partilha o dermatologista, Dr. Osvaldo Correia, acrescentado: “O uso de roupa com comprovada proteção UV elevada é muito mais segura, prática e duradoura do que uma proteção com um filtro ou écran mineral, sobretudo quando a exposição se prolonga, existem brincadeiras com água ou atividades que promovam o suor”.

Direcionadas para crianças dos 1 ais 14 anos, as várias propostas garantem o bloqueio de 98% das radiações UVB e UVA – contrariamente ao que acontece com a maioria dos protetores solares, que bloqueiam apenas os raios UVB. As peças são indicadas para qualquer atividade ao ar livre, na praia e na piscina, embora as sugestões de camisolas e leggins possam também ser indicadas para usar na neve. O tecido mantém sempre as características protetoras, mesmo em contacto com temperaturas elevadas. Os produtos são fabricados a partir de resíduos encontrados no oceano, como garrafas de plástico e redes de pesca regeneradas, sendo respiráveis, de secagem rápida e duradouros. Também o packaging é feito recorrendo a cartão reciclado e a marca oferece um são reutilizável com características impermeáveis para transportar os fatos de banho molhados, sem necessidade de utilizar sacos de plástico.

Partilhar Artigo: