Revista Rua

2019-08-16T17:41:49+00:00 Cultura, Música

Paredes de Coura: as músicas que tem de conhecer antes de ir para o Couraíso

Olá Paredes de Coura! Que saudades tínhamos tuas!
Festival Vodafone Paredes de Coura 2018 Fotografia ©Nuno Sampaio
Andreia Filipa Ferreira
Andreia Filipa Ferreira13 Agosto, 2019
Paredes de Coura: as músicas que tem de conhecer antes de ir para o Couraíso
Olá Paredes de Coura! Que saudades tínhamos tuas!

O festival Vodafone Paredes de Coura regressa já amanhã à tranquila vila minhota de Paredes de Coura, prometendo mais uma edição com boa música e bom ambiente. Contudo, antes de ir para o recinto, convém estar a par daquilo que realmente importa: a música! Conhece todos os artistas que vão atuar? Quer descobrir quais são as músicas que tem de ouvir antes do concerto? Deixamos-lhe aqui algumas sugestões:

Fotografia ©Nuno Sampaio

The National

É uma banda dos EUA reconhecida pela sua música indie rock e post-punk revival. Começaram o seu percurso nos finais de 1990, em Ohio, e já contam com vários álbuns de sucesso na carreira. Em 2019 lançaram mais um álbum, chamado Easy to Find. Para ouvir, clique aqui.  No entanto, ouvir The National sem ouvir as icónicas “Terrible Love”, “Bloodbuzz Ohio”, “I Need My Girl”, “Don’t Swallow The Cap”, “The System Only Dreams in Total Darkness” ou “Light Years” é um crime!

Patti Smith

Natural de Chicago, mas com passagem por Nova Iorque – cidade onde conheceu Robert Mapplethorpe, o fotógrafo responsável pela capa do icónico Horses, editado em 1975 e considerado um dos álbuns mais influentes do movimento punk rock americano -, Patti Smith sobe ao palco em Paredes de Coura no dia 17 de agosto. Mas, antes de a ouvir ao vivo, convém ouvir algumas das suas músicas mais conhecidas: “Free Money”, “Gloria”, “Dancing Barefoot”, “Land”, “People Have The Power”, “Gimme Shelter”, “Everybody Wants To Rule The World”, “Within You Without You” e “Because The Night”.

Bed Legs

O rock’n’roll tuga chega acompanhado por blues no dia 14 de agosto, com os portugueses Bed Legs. Com o álbum homónimo lançado em 2018, a banda natural de Braga apresenta-se mais uma vez em Paredes de Coura apelando ao rock puro. Caso ainda não conheça esta banda, ouça: “Back on Track”, “Vicious”, “You Girl”, “Black Bottle” ou “Spillin’ Blood”.

Bed Legs ©Maria Salgado

Capitão Fausto

Vindos de Lisboa, os Capitão Fausto atuam em Paredes de Coura a 15 de agosto, trazendo o seu novo álbum A Invenção do Dia Claro (2019). Desta banda, é imperdível ouvir “Sempre Bem”, “Faço As Vontades”, “Amor, a nossa vida” e “Boa Memória”.

New Order

A banda inglesa surge nos anos 80 como um renascer da fénix: após o suicídio de Ian Curtis, vocalista dos Joy Division, surgem os New Order, embora com sonoridades muito parecidas naqueles primeiros tempos. No entanto, Blue Monday, de 1983, marcou o ponto final na herança do rock sombrio dos Joy Division e acrescentou elementos de new wave e dance music. A banda apresenta-se em Paredes de Coura no dia 15 de agosto, mas antes tem mesmo de ouvir “Bizarre Love Triangle”, “True Faith”, “The Perfect Kiss”, “Fine Time”, “Temptation”, “Regret” ou “Everything’s Gone Green”.

First Breath After Coma

Naturais de Leiria, os First Breath After Coma têm trilhado um caminho de sucessos e já foram até nomeados pela Associação Europeia de Editoras Independentes para melhor disco europeu com Drifter, lançado em 2016. Com novo álbum em 2019, chamado NU, a banda portuguesa atua a 16 de agosto e, para aproveitar o concerto da melhor forma, convém ouvir primeiro: “Salty Eyes”, “Knivet”, “Umbrae”, “Heavy” e “Change”.

Spiritualized

Inspirado nos clássicos de The Velvet Underground, La Monte Young e Steve Reich, Jason Pierce formou Spiritualized após o término dos trance-rockers Spacemen 3, alcançando o sucesso internacional em 1997 com o álbum Ladies and Gentlemen We Are Floating in Space. Apresentando o seu space rock e shoegaze em Paredes de Coura a dia 16 de agosto, a banda traz na bagagem o novo álbum, And Nothing Hurt, lançado depois de uma pausa de seis anos devido a problemas de saúde de Jason Pierce. “Come Together”, “I’m Your Man”, “Ladies and Gentleman We Are Floating in Space”, “Broken Heart”, “Shine A Light”, “So Long You Pretty Thing”, “If I Were With Her Now”, “Run”, “Out Of Sight” e “Medication” são alguns dos temas que tem de ouvir.

Cave Story

O quarteto das Caldas da Rainha chega ao Couraíso a 15 de agosto com o seu punk característico, com o disco Punk Academics, de 2018. Para conhecer melhor o trabalho destes meninos, ouça: “Southern Hype”, “Punk Academics”, “Special Diners”, “Trying Not to Try” e “Body of Work”.

Cave Story ©Filipa Pinto Machado

Father John Misty

A 16 de agosto, Paredes de Coura recebe Josh Tillman, que é como quem diz Father John Misty, um músico natural de Rockville que já foi baterista da banda de indie folk Fleet Foxes. Com um novo álbum no percurso, chamado God’s Favorite Customer, estes são os temas que consideramos imperdíveis na carreira de Father John Misty: “Pure Comedy”, “Holy Shit”, “Nancy From Now On”, “I Love You, Honeybear”, “Mr. Tillman”, “Please Don’t Lie” e “Fear Fun”.

Time for T

Com influências folk rock, soul e blues Tuareg, o projeto Time for T junta músicos de Portugal, Inglaterra, Espanha e Brasil e apresenta-se em Paredes de Coura a 17 de agosto. Depois do lançamento do seu primeiro longa-duração chamado Hoping Something Anything, em 2017, a banda tem conquistado palcos e fãs. Se ainda não os conhece, ouça: “Ronda”, “Long Day Home”, “Donkey Stallion”, “Eyes”, “Screenshot” e “Maria”.

Time For T ©Ana Becerra

Deerhunter

Com todo o carisma de Bradford Cox, os Deerhunter apresentam-se em Paredes de Coura a 16 de agosto com o seu indie rock e rock experimental. Se não os conhece, comece por ouvir o oitavo disco de estúdio, lançado no início de 2019, chamado Why Hasn’t Everything Already Disappeared?, principalmente os temas “No One’s Sleeping”, “Element” e “Death in the Midsummer”.

Sensible Soccers

Os portugueses Sensible Soccers regressaram aos originais depois de uma pausa de três anos, apresentando Aurora, o terceiro longa-duração com melodias pop. Sobem ao palco no dia 17 de agosto, mas antes há tempo para ouvir: “Villa Soledade”, “AFG”, “Chavitas” “Shampom” e “Elias Katana”.

Khruangbin

O trio do Texas chega a Paredes de Coura a 15 de agosto e traz consigo as sonoridades suaves de temas principalmente instrumentais, inspiradas no rock e no funk. Com o funk tailandês de 1960, o rock persa de 1970 e a sinfonia da Argélia de 1980 como principais influências, com nuances de disco e soul, Khruangbin pode muito bem ser protagonista nesta edição do festival, surpreendendo os presentes. Para conhecer melhor esta banda, ouça: do álbum de 2018 Com Todo El Mundo, “Friday Morning”, “Maria También” e “Evan Finds the Third Room” e do álbum The Universe Smiles Upon You de 2015, “White Gloves” e “Mr. White”.

Parcels

A 14 de agosto, atenção à chegada de Parcels ao Couraíso. É capaz de ser um concerto memorável! O quinteto de eletro-funk-pop da Austrália promete uma noite com sonoridades disco, funk e eletro, mas convém ouvir antes “Overnight”, o single de sucesso da banda (com colaboração de Daft Punk). No entanto, há muitos mais temas para descobrir, como “Tieduprightnow”, “Gamesofluck”, “Withorwithout” ou “Older”.

Black Midi

A 16 de agosto, a banda londrinha Black Midi estará em Paredes de Coura e nós acreditamos que poderá sair daqui um concerto imperdível. As sonoridades pós-punk experimental dos Black Midi devem ser consumidas começando por “Ducter”, “Speedway”, “Bmbmbm”, “Talkings Heads” ou “Crow’s Perch”.

Boy Pablo

Outra aposta para o dia 15 de agosto e outra aposta da RUA: Boy Pablo e o seu indie norueguês. Com um som envolvente, com harmonias ricas e melodias fáceis de acompanhar, Nicolas Pablo Muñoz pode ser um dos protagonistas do dia. Para o conhecer melhor, ouça “Everytime”, “Sick Feeling” ou “Feeling Lonely”.

Partilhar Artigo: