Revista Rua

2021-07-22T17:20:53+01:00 Radar

Portugal nos Jogos Olímpicos: há 92 atletas em competição

A edição de Tóquio 2020 realiza-se de 23 de julho a 8 de agosto.
Federação de Andebol de Portugal ©D.R.
Redação22 Julho, 2021
Portugal nos Jogos Olímpicos: há 92 atletas em competição
A edição de Tóquio 2020 realiza-se de 23 de julho a 8 de agosto.

Em véspera do arranque oficial da edição dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, importa conhecer os vários atletas nacionais que integram o Comité Olímpico de Portugal (COP). Há 92 portugueses a vestir as cores da bandeira nacional, entre 17 modalidades distintas. Depois de terem sido adiados pela força da pandemia, a edição de Toquio2020 realiza-se de 23 de julho a 8 de agosto.

Ao todo, os atletas portugueses subdividem-se em 17 modalidades: Andebol, Atletismo, Canoagem (sprint e slalom), Ciclismo (estrada, pista e XCO), Equestre (dressage e obstáculos), Ginástica (artística e de trampolins), Judo, Natação, Remo, Skateboarding, Surf, Taekwondo, Ténis, Ténis de Mesa, Tiro com Armas de Caça, Triatlo e Vela.

Começando pelo atletismo, a modalidade contava já com 13 atletas qualificados: Ana Cabecinha (20km marcha); Auriol Dongmo e Francisco Belo (lançamento do peso); Carla Salomé Rocha, Sara Catarina Ribeiro e Sara Moreira (as três na maratona); João Vieira (50km marcha); Evelise Veiga, Pedro Pablo Pichardo e Patrícia Mamona (triplo salto); Liliana Cá (lançamento do disco); Cátia Azevedo (400 metros); e Lorene Bazolo (100 metros). A estes nomes, juntaram-se ainda Carlos Nascimento (100m), Irina Rodrigues (lançamento do disco), Marta Pen (1500m), Nelson Évora (triplo salto), Ricardo dos Santos (400m), Salomé Afonso (1500m) e Tiago Pereira (triplo salto), através do ranking de qualificação.

Nélson Évora ©D.R.

A seleção de andebol masculino marca a sua estreia numa competição olímpica de modalidades de pavilhão, contando com 17 jogadores nacionais. A lista dos eleitos do selecionador Paulo Jorge Ferreira conta com: Manuel Gaspar (guarda-redes), Gustavo Capdeville, Humberto Gomes, Diogo Branquinho, Leonel Fernandes, Alexis Borges, Daymaro Salina, Luís Frade, Victor Iturriza, António Areia, Pedro Portela, Fábio Magalhães, André Gomes, Alexandre Cavalcanti, Rui Silva, Miguel Martins e João Ferraz. Já no ciclismo, a modalidades disputa-se em várias vertentes: pista (Maria Martins), estrada (João Almeida e Nelson Oliveira), contrarrelógio (João Almeida e Nelson Oliveira) e cross country olímpico (Raquel Queirós). Na modalidade equestre teremos quatro atletas: Duarte Nogueira, Rodrigo Torres, João Torrão e Maria Caetano.

Também na canoagem, a comitiva nacional mostra-se forte nos K4 500 metros. Ao todo, ficaram qualificados oito canoístas portugueses: Fernando Pimenta, Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista, David Varela, Antoine Launay, Teresa Portela e Joana Vasconcelos.

Fernando Pimenta ©D.R.

Na natação pura, há sete nomes para acompanhar: Diana Durães (1500m livres), Ana Catarina Monteiro (200m mariposa), Gabriel Lopes (200m estilos), Alexis Santos (200m estilos), Tamila Holub (1500m livres e 800m livres), José Paulo Lopes (800m livres) e Francisco Santos (200m costas). Já na vertente de águas abertas, contam-se dois atletas: Angélica André e Tiago Campos. A equipa nacional em remo será representada pela dupla de LM2x: Afonso Costa e Pedro Frada.

ginástica fica assegurada por Filipa Martins, que garantiu a qualificação após uma brilhante prestação, e ainda Diogo Abreu, que irá representar a seleção numa prova de trampolim individual. Já no judo, a federação apresenta-se com um comité forte e de renome. Teremos oito atletas qualificados pelo ranking de qualificação olímpica: Anri Egutidze (-81kg), Bárbara Timo (-70kg), Catarina Costa (-48kg), Joana Ramos (-52kg), Jorge Fonseca (-100kg), Patrícia Sampaio (-78kg), Rochele Nunes (+78kg) e Telma Monteiro (-57 kg).

taekwondo terá apenas um atleta português que tem traçado um percurso de sucesso na modalidade. Rui Bragança garantiu a qualificação (-58kg) no Torneiro Europeu de Qualificação. No ténis, teremos também atletas muito fortes: Pedro Sousa e João Sousa, que irão competir na vertente de singulares e de pares. Já na modalidade de ténis de mesa, Portugal será representado por cinco atletas: Marcos Freitas, Tiago Apolónia, João Monteiro, Fu Yu e Shao Jieni.

triatlo garantiu três nomes portugueses: João Pereira, João Silva (ambos a competir nas olímpicas pela segunda vez) e Melanie Santos (em estreia). Já na vela, a modalidade será representada por Jorge Lima, José Costa, Diogo Costa e Pedro Costa. Há ainda uma vaga na vertente de tiro com armas de caça conseguida pelo português João Paulo Azevedo.

Em estreia estão modalidades como skateboarding, surf, escalada, beisebol e karaté que garantem a primeira presença nos Jogos Olímpicos. Gustavo Ribeiro conseguiu uma fantástica qualificação no ranking, garantindo a presença da modalidade de skateboarding. Já no surf, Frederico Morais tem vaga nominal e irá representar o surf nacional após a conquista nos World Surfing Games 2019, tendo sido o melhor participante europeu. A vertente feminina estará representada por Teresa Bonvalot e Yolanda Hopkins.

Partilhar Artigo: