Revista Rua

2020-10-28T12:49:07+00:00 Bem-Estar

Prevenir o AVC através da alimentação: 6 hábitos para incluir na rotina ainda hoje

Nutricionista da Doctorino partilha truques para promover um estilo de vida mais saudável no Dia Mundial do AVC que se celebra amanhã.
Redação
Redação28 Outubro, 2020
Prevenir o AVC através da alimentação: 6 hábitos para incluir na rotina ainda hoje
Nutricionista da Doctorino partilha truques para promover um estilo de vida mais saudável no Dia Mundial do AVC que se celebra amanhã.

O Acidente Vascular Cerebral, conhecido como o AVC é, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, responsável por 12,2% de mortes por ano a nível mundial, posicionando-se em segundo lugar na lista de causas de morte.

Segundo a Dra. Sara Biscaia Fraga, nutricionista da Clínica Biscaia Fraga presente na plataforma de marcação de consultas Doctorino: “existem diversos fatores de risco para esta complicação. Ao contrário da idade e do género, há alguns que podem ser controlados, como os hábitos alimentares, sedentarismo, consumo de álcool e tabaco. É fundamental adquirir uma alimentação saudável e variada, composta por vegetais, legumes, frutas, cereais integrais e carnes magras.”.

O AVC é caracterizado pelo bloqueio do fluxo sanguíneo ou pelo rompimento de uma artéria, originando a morte das células cerebrais pela falta de oxigénio e nutrientes, devido à ausência de irrigação no cérebro. Existem dois tipos de AVC: o AVC isquémico, que ocorre pelo bloqueio do fluxo sanguíneo; e o AVC hemorrágico, que sucede pelo rompimento de uma artéria.

Para assinalar o Dia Mundial do AVC, que se celebra amanhã dia 29 de outubro, a Doctorino juntou-se à Dra. Sara Biscaia Fraga e reuniu alguns hábitos essenciais para prevenir esta complicação que se podem incluir na rotina alimentar:

1 – Reduzir o consumo de gorduras saturadas e de origem animal. Gorduras trans, óleo de coco e palma estão incluídas. Normalmente, a fast-food e outros alimentos processados apresentam uma grande quantidade destas gorduras. Alimentos ricos em sal e açúcar também devem ser evitados, pois promovem o aumento da pressão arterial e dos níveis de colesterol;

2 – Aumentar o consumo de alimentos ricos em fibra solúvel, como é o caso da linhaça, lentilhas e aveia, pois ajudam a controlar os níveis de colesterol;

3 – Consumir de forma regular alimentos que facilitam o fluxo sanguíneo. Resveratrol, um fitoquímico existente na uva, nas nozes e no vinho tinto, é responsável por promover a inibição da formação de coágulos e ajuda no relaxamento dos vasos sanguíneos;

4 – Consumir regularmente alimentos ricos em ómega-3 (2 a 3 vezes por semana). Esta gordura está presente em diversos peixes, em maior quantidade nos peixes gordos, como o salmão, a sardinha, a cavala e o atum. O ómega-3 previne a formação de coágulos pela redução da aderência das plaquetas.

5 – Evitar o consumo de sal e bebidas alcoólicas. Diversos estudos mostram que a incidência de AVC aumenta em pessoas que bebem bebidas alcoólicas e consomem sal com regularidade;

6 – Privilegiar alimentos com polpa branca, como a pêra, a maçã, a banana e o pepino por exemplo, uma vez que promovem uma redução de 52% de probabilidade de se vir a ter um acidente vascular cerebral, segundo um estudo realizado na Universidade de Wageningen, na Holanda.

Sobre a Doctorino
Lançada no início do ano, a Doctorino é uma plataforma que permite e a marcação rápida e simples de consultas médicas, tendo, até ao momento, disponíveis cerca de 1300 profissionais especializados nas mais variadas áreas tais como clínica geral, dermatologia, fisioterapia, ginecologia-obstetrícia, terapia da fala, psiquiatria, pediatria, oftalmologia, nutrição, entre outros. Para já, é possível marcar consultas nas grandes cidades do país como Lisboa e Porto.

Partilhar Artigo: