Revista Rua

2019-08-16T17:44:49+00:00 Cinema, Cultura, Radar

QUIZ: Conhece bem o António Variações?

O filme Variações, de João Maia com o ator Sérgio Praia no papel principal estreia no dia 22 de agosto. Mas, antes de ir ao cinema, tem a certeza que sabe tudo sobre Variações?
©D.R.
Redação
Redação14 Agosto, 2019
QUIZ: Conhece bem o António Variações?
O filme Variações, de João Maia com o ator Sérgio Praia no papel principal estreia no dia 22 de agosto. Mas, antes de ir ao cinema, tem a certeza que sabe tudo sobre Variações?

Há quem diga que António Variações estava tão à frente do seu tempo que, atualmente, ainda não conseguimos chegar ao tempo dele. No ano em que se celebra o 75.º aniversário de Variações e o 35.º da sua morte, chega ao ecrã o filme que conta a história do inventor da pop portuguesa. O filme – provavelmente, o filme português mais esperado do ano – transporta-nos para a Lisboa artística dos anos 70 e 80 e promete deleitar os grandes fãs do artista. Enquanto esperamos, sugerimos uma prova de conhecimentos. Acha que sabe tudo sobre este grande ícone da música portuguesa? Responda às perguntas e descubra! (não se esqueça de anotar as respostas para conferir a pontuação no final)

1- O nome completo de António Variações é: 
A: António Joaquim Rodrigues Ribeiro
B: António Joaquim Rodrigues da Costa
C: António Manuel Rodrigues Ribeiro

2- A mãe de António Variações usava uma alcunha para dirigir-se ao filho. Qual era?
A: Tonito
B: Tó
C: Totó

3- O artista nasceu em Amares, tal como os seus 11 irmãos, e mudou-se para Lisboa, onde viveu “entre a Graça e a Santa Apolónia”. No momento em que pisa o solo lisboeta pela primeira vez, António tem: 
A: 12 anos
B: 11 anos
C: 10 anos

4- Em “Olhei Para Trás”, Variações conta como foi abandonar a aldeia e chegar à cidade: “em frente não havia mais nada não / do que um comboio, a cidade / um navio e um avião”. Este tema estava escondido num dos álbuns do artista. Consegue adivinhar qual?
A: Dar & Receber
B: Anjo da Guarda
C: Adeus que me vou embora

5- Em Lisboa, Variações trabalhou como aprendiz de escritório, barbeiro, balconista e caixeiro. Seguiu-se o serviço militar em Angola e a aventura pelo estrangeiro. O artista viveu:
A: Em Londres em 1975 e Amesterdão meses depois
B: Em Nova Iorque em 1975 e França meses depois
C: Em Paris durante 5 anos

6- De regresso à capital, Variações trabalhou no primeiro salão unissexo de Lisboa. Chegou a ser proprietário de uma barbearia própria a que deu o nome:
A: É pró menino e prá menina, no número 70 da rua de São José
B: Variações Ilimitadas, no número 70 da rua de São José
C: Deolinda de Jesus, no número 70 da rua de São José

7- Foi num dos espaços noturnos mais emblemáticos da cidade lisboeta que António se transformou no António Variações que hoje conhecemos. Esse espaço chamava-se:
A: Trumps
B: Botequim
C: Café do Chiado

8- Foi durante a gravação do álbum “Anjo da Guarda” que Variações disse uma das suas frases mais emblemáticas. Quando o produtor lhe perguntou: “António, queres que isto soe como?” Ele respondeu:
A: “Entre Nova Iorque e a Sé de Braga”
B: “Variações sugere elasticidade, liberdade. É exatamente a isso que eu quero que soe!”
C: “Como erva daninha a alastrar”

9- O mesmo álbum, gravado em 1983, inclui êxitos como:
A: “O Corpo É Que Paga” e “É Pra Amanhã”
B: “Olhei Pra Trás” e “Adeus que me vou embora”
C: “Dar & Vender” e “Sempre Presente”

10- O pai de Variações, apesar de não incentivar o filho para a música ou para as artes, sabia tocar muito bem: 
A: Acordeão e cavaquinho
B: Cavaquinho e harmónica
C: Gaita de foles

11- Um dos ícones da cultura americana que o artista português mais adorava chamava-se:
A: Marilyn Monroe
B: Charlie Chapman
C: David Bowie

12- Variações é oficialmente apresentado ao país no “Passeio dos Alegres”, de Júlio Isidro, o programa com maiores audiências na altura. Pelo “Passeio dos Alegres” também passaram bandas como os UHF e os Heróis do Mar. No dia da transmissão, António apresenta-se ao público com umas calças aos quadrados pretos e amarelos e uma blusa muito colorida. No final da canção, António Variações leva a mão ao bolso e atira à audiência:
A: Smarties
B: Confetti
C: Flores

13- Quando a “Canção de Engate” invadiu as rádios, António Variações já se encontrava internado no Hospital Pulido Valente e lutava contra um vírus ainda pouco conhecido: o vírus da SIDA. Quando foi vencido pela doença, tinha apenas 39 anos. Corria o dia:
A: 13 de Junho de 1984
B: 13 de Junho de 1994
C: 13 de Maio de 1984

Resultados

MAIORIA A

Acredita que o António Variações é um mito maior que a vida e está absolutamente grato por o artista ter pintado de arco-íris a cinzenta cena musical do país dos anos 80. “Quero é viver” foi o seu despertador durante anos e ainda não consegue ouvir a “Olhei Pra Trás” sem se emocionar. É um dos nossos!

MAIORIA B

“Canção de Engate” é uma das músicas da sua vida. Saltou de alegria quando, em 2004, surgiu o projeto Humanos, com o objetivo de revelar músicas que António Variações não teve a oportunidade de gravar. Ouviu o disco vezes infinitas. Não gosta de admitir, mas escutou mais vezes este álbum do que os dois álbuns originais, lançados em vida pelo próprio Variações. Verdade?

MAIORIA C

Revela já grande interesse pelo António Variações, mas ainda tem muito para descobrir sobre a vida e obra do músico. Sugerimos que leia este artigo para descobrir ainda mais sobre ele. Isso vai fazer com que desfrute muito mais do filme (prometemos!).

NENHUMA DAS ANTERIORES

É um ouvinte omnívoro, o que significa que acorda com uma música pop na cabeça e deita-se com uma balada rock dos anos 80. Facilmente intercala sons e ritmos, porque a si o que realmente lhe interessa é ser eclético. Você não adora Variações, mas algo nos diz que pode ser o próximo Variações.

Partilhar Artigo: