Revista Rua

2021-03-26T15:42:33+00:00 Cultura, Música

Raio é o novo álbum de Domenico Lancellotti

O artista colaborou com nomes como Adriana Calcanhotto, Caetano Veloso, Daniel Jobim, Gal Costa, Gilberto Gil, Fernanda Abreu e Quarteto em Cy, participando também em projectos como a Orquestra Imperial ou Os Ritmistas.
©Daryan Dornelles
Redação26 Março, 2021
Raio é o novo álbum de Domenico Lancellotti
O artista colaborou com nomes como Adriana Calcanhotto, Caetano Veloso, Daniel Jobim, Gal Costa, Gilberto Gil, Fernanda Abreu e Quarteto em Cy, participando também em projectos como a Orquestra Imperial ou Os Ritmistas.

A partir de hoje fica disponível, Raio, o último trabalho do carioca, Domenico Lancellotti. O novo álbum foi criado entre o Rio de Janeiro e Lisboa, explorando as raízes da música popular brasileira e a rítmica da electrónica, sob o “sentimento de reconstrução e renascimento”, como indica o artista.

Raio é um fogo criativo que cai sobre as nossas cabeças, mas que por debaixo da terra são raízes, formas muito semelhantes de carregamento. Por isso pus esse acento no I em forma de Z criando a possibilidade de lermos também as raíz. Fiz muitos temas deste disco com Bruno Di Lullo, meu parceiro de som, que esteve comigo no desenrolar desses últimos anos conturbados. O disco traz também as ilustres e fundamentais presenças: Negro Léo que escreveu a letra de Hordas, meu irmão Alvinho que escreveu a letra de Onda do Mar, Alberto Continentino parceiro no Vinho Velho, Nina Miranda parceira em mushroom room, Joana Queiroz, Bem Gil, Piotr Zabrodzki, Diogo Gomes, Thiago Queiroz, Ricardo Dias Gomes, Pedro Sá, Ibã Salles Huni Kuin, os irmãos Claudio e Danilo Andrade, por trás dos microfones Léo Shogum, Bernardo Barata, Renato Godoy, Yan Saldanha, Pepê Monerat e Daniel Carvalho que mixou e masterizou.” – Avança Domenico Lancellotti.

Partilhar Artigo: