Revista Rua

2021-06-22T12:05:00+01:00 Cultura, Outras Artes

RHI: a maior iniciativa na área das Artes e Cultura está de volta!

A terceira edição do RHI - Revolution, Hope, Imagination começa amanhã e prolonga-se até 4 de julho com eventos gratuitos em 13 cidades para promover novos modelos de negócio para as Artes e Cultura.
Redação22 Junho, 2021
RHI: a maior iniciativa na área das Artes e Cultura está de volta!
A terceira edição do RHI - Revolution, Hope, Imagination começa amanhã e prolonga-se até 4 de julho com eventos gratuitos em 13 cidades para promover novos modelos de negócio para as Artes e Cultura.

Entre 23 de junho e 4 de julho, o RHI – Revolution, Hope, Imagination, iniciativa criada pelo Arte Institute de Nova Iorque para promover novos modelos de negócio para as artes e cultura contemporânea, leva a 13 cidades portuguesas um “programa diversificado que cruza os setores da Arte e Negócio e da Cultura e Turismo, revelando e aproximando os seus agentes”.

Considerado já um evento de referência para a cultura nacional, o RHI vai ser acolhido pelas cidades de Évora, Cascais, Lisboa, Torres Vedras, Alcobaça, Leiria, Loulé, Faro, Porto, Vidigueira, Ponte de Lima, Braga, Funchal, numa “tentativa de fortalecer pontes entre artistas portugueses e projetos mundiais”. Na agenda estão palestras, workshops e showcases, com acesso gratuito (mas com necessidade de reserva prévia através da aquisição de bilhete na plataforma evenbrite (Lisboa, Porto), através do e-mail: info@arteinstitute.org ou junto das câmaras municipais, no caso das restantes cidades).

A nível de programação, destaque para a Talk Mercado Americano, que reúne programadores americanos, mas também da África ou da Ásia, para discutir o modelo empresarial de Arte e Negócios. David Chavez, programador e curador do Millennium Park Music Series, em Chicago; Mickela Mallozzi, apresentadora e produtora executiva da série Bare Feet, exibida pela cadeia televisiva PBS; Maure Aronson, fundador da organização Global Arts Live; Amro Salah, fundador do Cairo Jazz Festival; Joni Schwalbach, etnomusicologista, pianista, compositor e videógrafo moçambicano, criador do MMM- Mozambique Music Meeting; e ainda Adilson Lima, diretor-geral das Artes de Cabo Verde, marcarão presença nesta talk.

A temática do Marketing também estará presente no programa desta terceira edição, com o Workshop de Vídeo Low-budget & Marketing Digital, que conta com André Tentugal (músico, fotógrafo e realizador apaixonado pela imagem enquanto veículo para contar histórias) e Valdemar Pires (especialista em marketing, comunicação e transformação digital) como formadores.

O Especialista em Fundos Europeus, Francisco Cipriano, também faz parte do alinhamento da programação através de uma sessão prática com o tema Financiamento Europeu no Sector Cultural e Criativo.

Call for artists – RHI Stage acontece até 4 de julho

Depois do sucesso de edições anteriores, o RHI – Revolution Hope Imagination volta a promover um Call for artists para o RHI Stage, a decorrer até 4 de julho.  Criada no início da pandemia como forma de dar um palco a artistas que viram os seus concertos cancelados, a plataforma dá aos artistas a possibilidade de exporem os seus trabalhos a uma comunidade global e, simultaneamente, ao público, a oportunidade de renumerar os artistas pelo seu trabalho.

A iniciativa é aberta a profissionais das mais diversas áreas culturais – música, dança, literatura, teatro, artes plásticas, etc., devendo os interessados submeter a sua candidatura e showcases aqui.

“Com os profissionais das artes como público natural, mas também aberto ao público em geral, a 3ª edição do RHI reflete uma aposta forte na área da formação para programadores. A figuras de renome internacionais juntam-se especialistas nacionais, mas também da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), num exercício de construção de pontes e criação de oportunidades para os artistas, mas também de dinamização dos setores da cultura, comércio e turismo, num contexto particularmente desafiante, através de uma nova metodologia de trabalho entre os seus agentes”, explica a diretora e fundadora do Arte Institute, Ana Ventura Miranda.

Espetáculos de Neev e Dança em Diálogos compõem o programa

Entre os showcases, destaque para o concerto do jovem compositor, multi-instrumentista, intérprete e escritor, Neev, , mas também de artistas emergentes das cidades envolvidas: The Elephant Women, Ben&The Pirates, The Mirandas e Yuca, Daniel Bernardes, Mano a Mano, Paulo Santo Quinteto, Guarda Rios, SMOKATA, entre muitos outros. No programa haverá ainda a participação da cantora e compositora Sara Serpa, residente em Nova Iorque.

Será também apresentado no Casino do Estoril, no dia 24 de Junho, pelas 21h30, o espetáculo ANUSIM – what is hiden is never lost e outros bailados, resultado de uma parceria criada a partir da I Edição do RHI e que junta agora a companhia de dança americana Dance Now! Miami e a companhia de dança Portuguesa Dança em Diálogos. Conta ainda com a participação da Escola Ent´Artes.

Para mais informações sobre a terceira edição do RHI, aceda a https://rhi-think.com/post/929/RHI-2021-III-Edition.

Partilhar Artigo: