Revista Rua

2020-10-08T16:58:24+01:00 Cinema, Cultura

Rodrigo Santoro e Nuno Lopes homenageados no Ymotion 2020

Festival de Cinema Jovem de Famalicão conta com 45 curtas a concurso. Fase final decorre de 2 a 7 de novembro.
Nuno Lopes ©D.R.
Redação8 Outubro, 2020
Rodrigo Santoro e Nuno Lopes homenageados no Ymotion 2020
Festival de Cinema Jovem de Famalicão conta com 45 curtas a concurso. Fase final decorre de 2 a 7 de novembro.

O ator mais “hollywoodesco” do Brasil, Rodrigo Santoro, e o ator português Nuno Lopes são os grandes homenageados da sexta edição do Ymotion, o Festival de Cinema Jovem promovido pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, que este ano vai contar com 45 curtas-metragens em competição, depois de ter recebido o número recorde de 183 candidaturas.

Rodrigo Santoro ©D.R.

Os trabalhos selecionados para a competição serão agora apreciados e avaliados pelo júri do festival, que este ano decidiu atribuir a habitual homenagem que marca a sessão de encerramento do Ymotion ao ator brasileiro Rodrigo Santoro, “pelo seu percurso e pela forma como inspira jovens atores em todo o mundo”,  e atribuir – pela primeira vez na história do festival – o Prémio Carreira ao ator português Nuno Lopes, “um dos talentos portugueses mais conceituados nacional e internacionalmente, com uma vasta carreira em cinema, teatro e televisão”.

A gala final do Ymotion está marcada para o dia 7 de novembro, no auditório do Centro de Estudos Camilianos, encerrando uma semana que arranca no dia 2 de novembro com exibições e sessões competitivas e que ficará marcada pela organização de uma Mostra do Novíssimo Cinema Português, comissariada por Rui Pedro Tendinha, pela exibição das primeiras imagens do filme “Bem Bom”, de Patrícia Sequeira, e ainda por uma conversa com o ator português Diogo Morgado.

Recorde-se que o júri do Ymotion é composto por Tiago R. Santos, argumentista e critico de cinema, pela realizadora Luísa Sequeira, pelo jornalista da RTP e Antena 1, Tiago Fernando Alves, pela diretora de casting Patrícia Vasconcelos, pelo jornalista do Público Samuel Silva, e pelo realizador Pedro Cabeleira, vencedor do Grande Prémio Joaquim de Almeida da última edição do Ymotion.

Ao todo serão então oito os prémios atribuídos pelo festival, com natural destaque para o “Grande Prémio Joaquim de Almeida”, no valor de 2500 euros, que será entregue à melhor curta a concurso.

Serão ainda entregues prémios nas categorias de “Prémio Escolas Secundárias” e “Prémio Melhor Documentário”, no valor de 750 euros, de “Prémio Melhor Curta de Animação”, no valor de 600 euros, “Prémio do Público”, no valor de 350 euros, e prémios para “Melhor Representação”, “Melhor Direção de Fotografia” e “Melhor Argumento”, no valor de 250 euros.

Partilhar Artigo: