Revista Rua

2020-03-26T10:39:10+00:00 Cultura, Outras Artes, Radar

Serralves terá uma exposição de realidade virtual e aumentada

A exposição pode ser conhecida até dia 24 de maio de 2020.
©acute art
Redação24 Janeiro, 2020
Serralves terá uma exposição de realidade virtual e aumentada
A exposição pode ser conhecida até dia 24 de maio de 2020.

Serralves inaugura amanhã, dia 25 de janeiro, Electric, uma exposição de realidade virtual e aumentada. Comissariada pelo crítico de arte, teórico e curador, o sueco Daniel Birnbaum, e organizada pela Acute Art, esta exposição irá destacar trabalhos de artistas emergentes e consagrados, que exploram este novo meio de ângulos, radicalmente diferentes. A exposição estará patente em Serralves até dia 24 de maio.

©acute art

Electric inaugurou em maio do ano passado, numa reconhecida feira de arte em Nova Iorque, uma mostra coletiva que reúne obras da Städelschule Architecture Class (SAC), de Anish Kapoor (que expôs recentemente em Serralves), Nathalie Djurberg & Hans Berg e do norte-americano R. H. Quaytman – que inaugurará uma exposição neste museu ainda este ano. A Acute Art é uma organização que une artistas internacionais, novos meios e tecnologias com o intuito de produzir obras visuais de alta qualidade, através de exposições em instituições artísticas de renome mundial. O objetivo passa por criar e apresentar obras de realidade virtual, realidade aumentada e realidade mista, que sejam acessíveis, inteligíveis e facilmente expostas sem ser necessário o recurso a infraestruturas complexas.

Adaptado para ser exposto em Serralves, o projeto integra ainda uma obra de Olafur Eliasson, um reconhecido artista dinamarquês, atualmente em exposição no Museu e no Parque de Serralves, assim como uma obra de realidade aumentada de Koo Joerong A, apresentada também no Parque de Serralves.

A exposição pode ser conhecida até dia 24 de maio de 2020.

Partilhar Artigo: