Revista Rua

2020-02-10T15:43:23+00:00 Cultura, Música, Radar

Sons de Vez chega à maturidade com Dead Combo

©Miguel Estima
Miguel Estima
Miguel Estima10 Fevereiro, 2020
Sons de Vez chega à maturidade com Dead Combo

O Sons de Vez é um festival realizado em Arcos de Valdevez e coloca o município no mapa dos festivais há 18 anos. Acolheu no passado sábado a primeira noite da edição deste ano. E para começar em grande, programaram uma banda que está em fase de despedida e que conta com quase a mesma idade do festival, os Dead Combo.

A dupla nasceu em 2003 na sequência de um convite do radialista Henrique Amaro (Antena 3) para comporem e gravarem a canção “Paredes Ambience”, incluída no disco de homenagem a Carlos Paredes Movimentos Perpétuos Música para Carlos Paredes.

Desde aí a banda nunca mais parou. Ao longo deste longo percurso lançaram nove álbuns e foram largamente elogiados em Portugal e no estrangeiro, recebendo vários prémios. Em Abril de 2018 editaram Odeon Hotel, o seu sexto e último álbum de originais, que é a síntese perfeita da portugalidade e universalidade existentes na música dos Dead Combo.

Em 2020 a banda decide terminar em grande, no formato original, só os dois músicos e mentores da banda, Tó Trips e Pedro Gonçalves em palco.

Partilhar Artigo: