Revista Rua

2021-11-12T15:53:21+00:00 Cultura, Música

The Vijay Iyer Trio abriu o pano do Guimarães Jazz

Um concerto sólido e bem estruturado que marcou o início de uma nova etapa no evento de referência que é o Guimarães Jazz.
Miguel Estima12 Novembro, 2021
The Vijay Iyer Trio abriu o pano do Guimarães Jazz
Um concerto sólido e bem estruturado que marcou o início de uma nova etapa no evento de referência que é o Guimarães Jazz.

Com número redondo de 30 anos ininterruptos de atividade, o Guimarães Jazz celebrou com uma exposição retrospectiva, que foi inaugurada ontem, e que permanecerá até março de 2022, no Palácio Vila Flor.

O concerto inaugural foi um exemplo paradigmático de como a expressão multicultural, baseada no cruzamento de diferentes heranças culturais e musicais, se tornou, por razões de várias ordens que excedem em muito a dimensão puramente artística, a tendência dominante na cultura contemporânea.

O novo trio do pianista Vijay Iyer formado por Linda May Han Oh e Tyshawn Sorey, dois excelentes músicos da cena jazzística nova-iorquina, os elementos culturais cruzam-se para dar origem a uma música polirrítmica e poli-harmónica que tenta sintetizar as forças da ordem e do caos envolvidas no tumultuoso processo de gestação de um novo mundo híbrido.

Um concerto sólido e bem estruturado que marcou o início de uma nova etapa no evento de referência que é o Guimarães Jazz.

Partilhar Artigo: