Revista Rua

2020-12-21T17:05:03+00:00 Cultura, Música

Triciclo regressa no primeiro trimestre de 2021 com Noiserv, The Twist Connection e Ghost Hunt

Um dos momentos mais aguardados do triciclo é o último concerto desta programação que conta com a apresentação de Noiserv, o “homem-orquestra”.
Redação
Redação21 Dezembro, 2020
Triciclo regressa no primeiro trimestre de 2021 com Noiserv, The Twist Connection e Ghost Hunt
Um dos momentos mais aguardados do triciclo é o último concerto desta programação que conta com a apresentação de Noiserv, o “homem-orquestra”.

O triciclo é um ciclo de concertos itinerante que percorre vários espaços do centro histórico de Barcelos. Após fechar o ano de 2020 com a apresentação do novo disco de Stereoboy, Kung fu, já há uma programação pensada para o primeiro trimestre de 2021. Noiserv, The Twist Connection e Ghost Hunt são alguns dos nomes que prometem trazer música e alegria à terra do famoso galo de Portugal.

A programação arranca logo no dia 8 de janeiro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, com o concerto a solo da lisboeta Marinho. Uns dias mais tarde, a 22 de janeiro, ecoa nas paredes do Museu de Olaria o som de Ghost Hunt, o duo eletrónico composto por Pedro Chau (baixista dos The Parkinsons) e Pedro Oliveira (conhecido do circuito noise como Monomoy).

No mês de fevereiro, dia 5, o rock ‘n’ roll invade o Theatro Gil Vicente pelas vozes dos The Twist Connection. A banda de Coimbra, liderada por Kaló, o ex-baterista de projetos musicais icónicos como Tédio Boys e The Parkinsons, vai apresentar o novo disco Is That Real? (2020). Também no mês de fevereiro, no dia 19, vai decorrer o espetáculo de Conferência Inferno no Museu de Olaria, onde vão revelar músicas do disco que ainda vai ser editado em 2021. Esta banda assume que tem várias influências, nomeadamente dark wave, punk e eletrónica.

Para o último mês desta programação, em março, o triciclo apostou numa residência artística em colaboração com o festival Jazz ao Largo. Como Barcelos foi reconhecida pela UNESCO como a primeira cidade na Península Ibérica a integrar a rede mundial de Cidades Criativas, na categoria do Artesanato e Arte Popular, a residência artística pretende convidar quatro músicos a compor canções, inspiradas no figurado de Barcelos e na produção artesanal do concelho. O resultado final vai ser revelado ao público dia 6 de março, no Theatro Gil Vicente.

Um dos momentos mais aguardados do triciclo é o último concerto desta programação que conta com a apresentação de Noiserv, o “homem-orquestra”, no dia 18 de março, no Theatro Gil Vicente. Neste espetáculo, Noiserv vai mostrar ao público o novo disco, Uma Palavra Começada Por N (2020), cujo trabalho é integralmente escrito em português, com um registo bastante diferente dos discos anteriores e produzido de forma a aproximar-se mais dos ouvintes.

Os bilhetes para os concertos podem ser adquiridos na bilheteira do Theatro Gil Vicente, BOL e locais habituais.

Partilhar Artigo:
Fechar