Revista Rua

2019-08-01T16:26:49+01:00 Descobrir, Viagens

Um fim de semana na Península de Tróia

Tróia é um pequeno paraíso. Já pensou em descobrir esta península de areais dourados?
Ruínas Romanas de Tróia
Redação1 Agosto, 2019
Um fim de semana na Península de Tróia
Tróia é um pequeno paraíso. Já pensou em descobrir esta península de areais dourados?

Passeios de barco com possibilidade de observação de golfinhos, praias deslumbrantes, restaurantes com peixe bem fresco nas sugestões… Tróia é um pequeno paraíso, ideal para umas férias curtas em família.

Em primeiro lugar, uma informação geográfica: a Península de Tróia é uma restinga arenosa com mais de 25 km de comprimento localizada no litoral de freguesia de Carvalhal, no concelho de Grândola, entre o mar e o estuário do Sado. Esta península foi-se formando ao longo dos últimos 5000 anos, de sul para norte, desde a Comporta até Tróia, mesmo em frente à cidade de Setúbal.

Com um ecossistema único e um microclima ameno, a Península de Tróia é um local perfeito para momentos agradáveis em família, havendo possibilidade de, para além de apreciar as belas praias e a ótima gastronomia, se cruzar com golfinhos!

Como chegar?

A cerca de uma hora de Lisboa, em Setúbal, podemos apanhar o ferry boat até Tróia, desfrutando da tranquilidade da baía. Nesta viagem poderá observar a imponente Serra da Arrábida e, se tiver sorte, os golfinhos que habitam nestas águas do Sado. Por norma, os golfinhos gostam de se fazer notar, passeando em pequenos grupos.

O que fazer?

Caso ainda não tenha tomado o pequeno-almoço, a chegada a Tróia convida para uma visita imediata à esplanada do Moscatel de Setúbal Experience. Depois, aventure-se num passeio a cavalo pela Caldeira, com duração de uma hora. Este passeio é orientado por instrutores especializados e permitem conhecer melhor a fauna e a flora da laguna da Caldeira, que a maré enche e esvazia duas vezes por dia.

Rendendo-se ao areal dourado, com um mar de água límpida e um pinhal como cenário circundante, os momentos em família podem encaminhar-se para os desportos náuticos, como o windsurf, a vela, a canoagem ou o stand up paddle. Desloque-se à Marina de Tróia, por exemplo, e encontre mais informações sobre estas atividades.

Para os amantes do golfe, o campo de Tróia é um destaque. Desenhado pelo arquiteto americano Bobby Jones, reconhecido na área, este campo é desafiante, estando incluído na lista dos melhores campos de golfe da Europa. É uma experiência a ter em conta!

A visita às ruínas romanas de Tróia tem, inevitavelmente de fazer parte da sua lista de afazeres. Sabia que Tróia era, em tempos, o maior centro de produção de salgas de peixe do Império Romano? Ainda hoje Tróia é apelidada de “Pompeia de Setúbal”. Na verdade, os vestígios arqueológicos, datados do século I, comprovam a importância da pesca na economia local de Tróia.

As sessões de cinema ao ar livre do Cine NOS, no jardim principal de Tróia, são uma forma apelativa de envolver toda a família numa atividade. As sessões começam a partir das 21h30.

Praia do Carvalhal ©André Vasconcelos

O que conhecer nas imediações?

Nas imediações, não deixe ainda de visitar outras praias, como a praia da Comporta, do Carvalhal e do Pego.

A seguir à praia da Galé, as dunas interrompem-se para dar lugar à lagoa de Melides, com uma falésia de arenito com cinco milhões de anos, e à Reserva Natural das Lagoas de Santo André e da Sancha.

O Cais Palafítico da Carrasqueira é uma atração que não fica muito longe de Tróia. É um porto de pesca muito tradicional que merece uma visita.

Já em Gândola, o Badoca Park é um local para toda a família. Aí podemos fazer um “safari” e ver búfalos, antílopes, zebras, veados, avestruzes, girafas e outros animais.

Onde comer?

Já falamos do Moscatel de Setúbal Experience para o pequeno-almoço e agora destacamos o restaurante Monte Mar, que este ano chegou a Tróia depois do sucesso em Lisboa e Cascais.  Localiza-se na Marina de Tróia e é reconhecido pelos peixes frescos e os célebres filetes com arroz de berbigão.

Se quiser experimentar as propostas de street food, visite a Alameda do Pinheiro Manso, um local onde as iguarias se misturam com a animação de rua.

E, como o verão pede gelados, não deixe de dar um saltinho ao On The Wayffle.

No final da tarde, se quiser dar um pezinho de dança e saborear uns cocktails enquanto aprecia o sunset, visite o Tróia Beach Club – e dê um mergulho na sua icónica piscina em forma de estrela. Se é amante de comida japonesa, fique desde já a saber que este espaço se transforma em Soul Sushi por altura do jantar. A promessa é de um jantar inesquecível!

©Troia Resort

Onde dormir? 

As casas de luxo do Tróia Resort são a nossa primeira sugestão. Pode obter todas as informações aqui.

Já o Pestana Tróia Eco-Resort & Residence é um paraíso onde as villas com localização privilegiada promovem experiência únicas num enquadramento natural. Todas as informações aqui.

Também o Tróia Design Hotel merece ser destacado pela sua vista surpreendente para o mar, as praias, o rio e a Serra da Arrábida. Aqui, o design está presente em cada detalhe. Mais informações aqui.

O Aqualuz Troia pertence ao grupo S.Hotels Collection e tem várias opções de apartamentos que prometem uma estadia incrível. Pode conhecer melhor este espaço aqui.

Partilhar Artigo: