Revista Rua

2021-01-19T16:21:07+00:00 Cultura, Literatura

Uma ode aos livros – as livrarias nacionais que contam com a ajuda de todos

Fizemos assim uma lista de algumas livrarias que poderemos auxiliar, todos.
Cláudia Paiva Silva19 Janeiro, 2021
Uma ode aos livros – as livrarias nacionais que contam com a ajuda de todos
Fizemos assim uma lista de algumas livrarias que poderemos auxiliar, todos.

Nunca terá sido tão urgente recorrer aos livros, à leitura, à literatura, à cultura e educação como agora. Presos por fios entre confinamentos, campanhas eleitorais, extremismos vários, é o ser humano exímio (ou assim o deveria ser) em escapar para universos paralelos, onde possa existir sem essa perturbação constante, torpor de fatores externos que não raramente acabam por levar a melhor, deixando-o prostrado num marasmo de notícias, números, estatísticas, que às tantas, invés de contribuírem para o seu crescimento, acabam por ter o efeito perverso da apatia, do sentimento horrivel de egoísmo, do “não quero saber”.

A cultura é assim extremamente válida e, se não um bem de primeira necessidade biológica, não matando a fome física, é um bem de primeira necessidade a um nível muito mais elevado do que a nossa própria existência até. Mata a nossa fome de conhecimento. Não é apenas algo que esteja alocado a intelectualidade, é mais que isso. Preenche-nos os vazios. Dá-nos luz em dias que nem o Sol parece nem sequer aquecer.

Porque no dia em que a humanidade o deixar de ser, restará a quem de lá vier, num futuro mais ou menos de ficção científica, os nossos livros, bons ou maus, romance de cordel ou históricos, ficção e não ficção. Ficará a prova da nossa existência em folhas de papel, muitas delas mais antigas do que qualquer um de nós consegue imaginar. Livros não são coisas de brincar, nem servem para queimar.

Por isto e para salvar o que resta daquilo que nos torna humanos, a diferença entre o homem e o animal, a capacidade de imaginar, de ir mais além do nosso espaço físico sem sair do mesmo lugar, a RELI – Rede de Livrarias Independentes (RELI), apela a todos para que se faça um esforço de intervenção pública. Num momento em que as livrarias foram encerradas ainda que temporariamente, apela-se que se fale de todas as que possam vender através de plataformas online, com envios seguros para casa de cada leitor, sem que haja a necessidade de sairmos dos nossos espaços. Acima de tudo, apela à segurança de livreiros, de clientes, sempre com o interesse e objetivo únicos de salvar as pequenas livrarias, o comércio local, tantas e tantas vezes esquecido por nós. Os próprios leitores.

Seguimos na Revista RUA em nos focarmos sempre na nossa Cultura, Tradição e, como tal, não podemos fechar os olhos ou negar que temos uma responsabilidade acrescida neste caso. Fizemos assim uma lista de algumas livrarias que poderemos auxiliar, todos. Basta clicar nos links indicados (ou pesquisar na RELI).

Lisboa

Baobá Livraria

Livraria Alquimia

Distopia

Deja Lu

Tinta nos Nervos

Gatafunho

Hipopotamos na Lua

Porto

Livraria Flaneur

Livraria Varadero

Livraria Poetria

Salta Folhinhas

Portalegre

Nun’alvares

Évora

Fonte de Letras

Guimarães

Rimas e Tabuadas

Livraria Pinto dos Santos

Braga

Livraria Centésima Página

Bracara Alfarrabium

Lagos

Até à Lua

A Internacional – Livraria/ Bookshop

Coimbra

Livraria Faz de Conto

Livraria e Editora Bruaá

Partilhar Artigo: