Revista Rua

2020-07-16T12:04:02+00:00 Histórias

Wind Family: a família que largará tudo para viajar pelo mundo

São a Wind Family e decidiram trocar a sua casa por um veleiro, onde viajarão, de forma sustentável e com uma iniciativa de âmbito social em mente, à volta do mundo e, literalmente, ao sabor do vento.
Redação
Redação16 Julho, 2020
Wind Family: a família que largará tudo para viajar pelo mundo
São a Wind Family e decidiram trocar a sua casa por um veleiro, onde viajarão, de forma sustentável e com uma iniciativa de âmbito social em mente, à volta do mundo e, literalmente, ao sabor do vento.

Por Mafalda Torrinha

Inês Saldanha Pisco, de 36 anos, e João Saldanha Pisco, de 43, decidiram abandonar as suas rotinas diárias e velejar à volta do mundo, juntamente com os seus quatro filhos: Alice, de nove anos, Manel, de sete, Francisco, com cinco anos, e Teresa, de dois.

Os filhos nunca foram um impedimento para este casal que sempre adorou viajar e tem o sonho de conhecer o mundo e dar, consequentemente, a conhecê-lo aos seus filhos. “A ideia de viajar a tempo inteiro é uma ideia que, primeiro, foi um sonho, mas que se começa a concretizar e a tornar-se numa realidade. Tomamos a decisão de trabalhar em torno disto, no sentido de percebermos como tudo poderia ser possível. Claro que implicou uma logística que não foi num ano que conseguimos preparar, até porque somos pessoas extremamente organizadas”, conta Inês. O casal será o tutor dos filhos, que passarão a estudar na sua nova casa, o veleiro, e que, assegura Inês, a mãe e capitã da realidade, não perderão um único ano e ainda terão a possibilidade de aprender variadas disciplinas em episódios do quotidiano que esta aventura propiciará.

O veleiro que os transportará e a que brevemente chamarão de casa, adquirido em 2019, é completamente sustentável, o que para a família Saldanha Pisco era fundamental. João, o pai e capitão a bordo, ao adquirir um dessalinizador, máquina que transformará a água do mar em água potável, para além de ter tido como preocupação que não dependessem de terra, teve como foco o desenvolvimento sustentável. A energia necessária para as atividades do dia a dia será gerada pelo sol, através de painéis solares, o gerador eólico também abastecerá o barco de energia e a principal fonte de alimento de toda a família provirá da pesca.

Para Inês, que esteve, há uns anos, numa ajuda humanitária na Amazónia, é importantíssimo educar os filhos através de exemplos práticos e sensibilizá-los para projetos de âmbito social, por isso esta viagem terá, também, um propósito social. Assim, nasceu a ideia para o projeto Letters of Love, um projeto muito simples, bonito, que, nas palavras de Inês, não mudará a vida de ninguém, mas que poderá mudar a tarde ou o dia de alguém. “O projeto consiste em ir com os miúdos às escolas de cada comunidade, criar uma caixa de correio e fazer com que haja uma troca de correspondência entre esses miúdos e outros que estejam hospitalizados nas proximidades e a precisar de uma mensagem positiva e de incentivo. Tento envolver os professores, encontrar quem se apaixone pelo projeto, com o objetivo de que se torne embaixador deste projeto naquele local”, explica, entusiasmada, Inês.

Nos últimos preparativos para embarcarem nesta aventura, que começará entre o final de agosto e o início de setembro, a rota, apesar de depender das condições meteorológicas, está definida. Irão guiar-se pelos ventos alísios, de modo a facilitar a viagem e a torná-la mais segura. É no Pacífico que a família equaciona permanecer por mais tempo, seguindo depois para o oceano Índico, sem esquecer a Ásia, onde passarão uma temporada. Embora o roteiro esteja planeado, estão cientes de que este, à semelhança da duração da viagem que não tem data de regresso, é totalmente maleável.

Esta viagem, programada para que não houvesse tempo, poderá ser acompanhada no blog criado por Inês, wind.family.blog, após ter percebido o interesse que esta aventura gerava a todos aqueles que conheciam parte dela e, principalmente, no Instagram @wind.family, onde a família relatará e partilhará com os seus seguidores detalhes das experiências que irá viver.

Partilhar Artigo: