Revista Rua

2019-05-07T18:41:07+00:00 Opinião

World Press Photo: ver o Mundo pelas lentes de outros olhares

Fotografia
Cláudia Paiva Silva
Cláudia Paiva Silva
7 Maio, 2019
World Press Photo: ver o Mundo pelas lentes de outros olhares
John Moore

Até dia 19 maio, no Museu de História Natural e da Ciência em Lisboa, somos convidados à exposição das melhores fotografias de fotojornalismo, captadas ao longo de 2018.

É difícil ser isento ou ficar indiferente às imagens, da mesma forma como será necessário compreender a história por detrás de cada fotografia. Há tristeza, dor, guerra, pobreza, poluição, extinção e guerra, mas também há amor, paz e esperança em cada sequência exposta. Passando pela migração na América Central tendo como destino os Estados Unidos e os seus muros da vergonha, à eterna guerra da Síria, destruindo hospitais e escolas, encontram-se temas do dia a dia. Parece irónico, mas sem o ser, a verdade é que antes da entrada de redes sociais que nos colocam continuamente a par do que se passa nos países em conflito, geralmente subdesenvolvidos, as imagens que nos são agora reveladas, passavam antigamente apenas numa televisão que pedia aos mais sensíveis cautela na sua visualização. Hoje, pouco choca o ser humano que possa viver em partes do globo aparentemente civilizadas, sem conflitos de maior importância, as imagens de guerra e fome  – passou a ser mais tenebroso o que acontece diariamente no nosso país, na nossa rua, não lhe retirando qualquer importância: no fundo as melhores imagens, são sem dúvida as que mais nos fazem virar a cara para o lado, mas ao mesmo tempo, nos fazem querer saber mais sobre o que elas contam. O referendo sobre a Lei do Aborto na Irlanda, os encontros mediáticos e muitas vezes peculiares de Donald Trump com o vários chefes-de-estado mundiais, passando pela Natureza que nos rodeia, especialmente com o apoio da National Geographic, acabam por ser igualmente fundamentais para passar as mensagens, para reavivar a memória de todos nós, para nos fazer aprender e compreender o mundo, sem preconceitos, face ao bombardeamento de informação útil, mas na maioria das vezes inútil com que somos confrontados. Não há um certo ou um errado nestas histórias, mas temos de perceber que estas imagens não são montadas, no World Press Photo não há edições nem preparações prévias de cenários. É fotografia a mostrar a vida real, e caso não seja, não entra em campo de jogo.

No final do dia, são fotografias que nos contam a História Mundial e atual e que pretendem colocar-nos a pensar e criticar construtivamente a vida e a nossa forma, enquanto Humanidade, de olhar o Mundo.

Sobre a autora:
Geóloga (do Gás e Petróleo). Autora de textos no blog A Carroça da Clau e simpática utilizadora de IG: @claudiapaivasilva e @urban_trender. Aficionada nas heranças culturais de Portugal e em chocolate.

Partilhar Artigo: